segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Para um sorriso sempre lindo



 sorriso bonito




A Odontologia estética trabalha com duas frentes principais, a estética branca, que são os dentes e a estética vermelha, que trata as gengivas.
Pois bem, 
Tenho visto muito em meu consultório pacientes com muitos problemas gengivais, muitos. Isso prejudica a beleza do sorriso. Talvez não seja tão visível para quem não trabalha com a odontologia a questão da saúde, mas se percebe sim, uma gengiva mais alta, uma coloração mais arroxeada, e em casos mais graves, até sangramento. Sim já tive casos onde um amigo me relatou sobre isto, contando sobre uma conversa que teve e que nesta conversa percebeu no interlocutor as gengivas sangrarem...Horrível não é?
Mas isso é bastante comum.Observo pelo numero de pacientes que tenho atendido com este problema.

Vejo que no mais das vezes é falta de informação. E quem, senão uma dentista, pode trazer estas informações de forma clara, objetiva e verdadeira? 

Vamos ver então:

Como fazer então para ter uma boca realmente saudável?
Que recursos utilizar?
Que técnicas de higienização são mais indicadas?

Resultado de imagem para técnica escovação bucal




Resultado de imagem para técnica escovação bucal


O que sempre indico aos meus pacientes é que usem uma escova MACIA, PEQUENA, anatômica e com cabo emborrachado que facilita a apreensão e a utilização da escova ( muitos pensam que uma escova grande limpa melhor, mas não, a escova grande na maioria das vezes machuca e dá uma falsa sensação de limpeza)






Resultado de imagem para técnica escovação bucal
Dois erros em uma só foto, escova grande demais, escova já desgastada. Quando sua escova estiver assim, troque.

Outro ponto é a técnica utilizada, o movimento ideal é  CIRCULAR, englobando de dois em dois dentes, não mais que isso. SEM FORÇA, sem pressa. 

Quanto aos dentifrícios, o ideal é aquele indicado ao seu caso, pois um  creme dental mais abrasivo não deve ser utilizado por quem tem sensibilidade por exemplo, assim como quem tem manchamentos externos deve utilizar sim, um creme dental mais abrasivo. Para saber com certeza só avaliando cada caso.

     Resultado de imagem para técnica escovação bucal     Resultado de imagem para creme, fio escova

E de SUMA importância, o FIO DENTAL. Qualquer fio pode ser usado, dando preferencia aos encerados. Com movimentos suaves, entrando em cada ponto de contato entre os dentes e aprofundando levemente nas gengivas, sem machucar. - É DIFÍCIL? sim, é difícil, as vezes até chato de se usar, mas é um treinamento, depois de alguns dias não se consegue ficar mais sem passar o fio entre os dentes.

Resultado de imagem para técnica escovação bucal     



  
Sempre penso que as técnicas de higienização são conhecidas e que não precisaria mais informar, mas este post fio motivado pelo numero de tratamento que tenho feito para tratar problemas gengivais. Os problemas gengivais são causados diretamente pela higiene deficiente; então isto prova que nunca é demais rever os conceitos de higienização dentária que se tem, para proporcionar sempre saúde e beleza a nossas bocas.

Resultado de imagem para sorriso lindo




É isso! Até a próxima!

Especialista em Implantes Dentários



terça-feira, 23 de agosto de 2016

Erosão Dentária, Abrasão e Atrito


      A Erosão dentária é um problema que acomete a estrutura dentária diminuindo a espessura das camadas do dente a partir do contato com substancias ácidas; são processos químicos que  causam a perda progressiva da parte mineral, modificando contorno, forma e interferindo , em médio prazo, nas articulações temporomandibulares, podendo acarretar em problemas posturais e de coluna com o agravamento da doença.
      Outras formas de desgaste são a abrasão e ao atrito dentário que da mesma forma fazem perder estrutura mineral por movimento de fricção e pelo contato entre os dentes com forças desmedidas.
      Muitos autores, desde bastante tempo, tem pesquisado esta enfermidade em busca de causas e tratamentos que pudessem dar conta de resolver o problema ou amenizá-lo ( vide alguns artigos no final desta postagem) Ainda hoje a preocupação da classe odontológica é grande e se observa que a solução é complexa já que é um problema multifatorial que uma vez instalado pode requerer a participação de muitos profissionais no tratamento.
       Observamos que os índices de cárie tem diminuído com o tempo, com a conscientização da população, com as técnicas curativas e preventivas á disposição, com as politicas e iniciativas publicas mas observamos também que a erosão está aumentando e isso se deve aos hábitos das pessoas, ao stress do dia a dia, entre outros.
       Em 2013, o Dr Rogério Pavan, escreve para o site da FGM, sobre 7 hábitos que podem ser prejudiciais e que são comuns a quase todos nós, abaixo seguem os que mais tem a ver com o tema:
        
Morder tampa de caneta – Aquela mania, aparentemente inofensiva, de morder a tampinha da caneta na aula ou no trabalho, pode levar à erosão dos dentes. As pessoas têm o hábito de morder sempre na mesma região e, com isso, pode ocorrer um desgaste irregular dos dentes. Além disso, a utilização da boca fora do seu contexto normal pode gerar distúrbios articulares, resultando em dores na região do ouvido que, em médio prazo, podem trazer um desequilíbrio para coluna vertebral.

Abrir garrafas com os dentes - Este hábito pode levar à fratura dos dentes. O resultado varia de acordo com o nível do estrago causado no dente, mas vai desde uma simples restauração a um implante dentário.

Usar água oxigenada ou bicarbonato para clarear os dentes - É comum que muitas pessoas tentem clarear os dentes com métodos caseiros, mas eles podem ser perigosos. Para clarear os dentes, a água oxigenada deve estar em uma concentração muito elevada, por isso ela passa a ser erosiva para os tecidos gengivais, o que pode gerar ulcerações ou mesmo retração gengival. O uso do bicarbonato pode tornar a superfície dos dentes ainda mais rugosa, aumentando a retenção da placa bacteriana. Inicialmente o dente irá clarear, mas com o passar do tempo terá muito mais facilidade de ficar manchado e escuro. Por isso, é melhor não arriscar! Consulte o seu dentista.

Morder alimentos duros – Neste caso, o risco está na fratura. Não é pelo fato de os dentes serem muito resistentes que devemos abusar da sua força mordendo balas duras, gelo ou ossos de galinha, por exemplo. Em muitas situações, os dentes se quebram por ‘apertamento’ ou bruxismo. Morder coisas duras aumenta as chances de perder os dentes precocemente. Nossos dentes são ferramentas maravilhosas que não servem apenas para mastigar ou morder as coisas. O tempo estimado de mastigação fica em torno de duas horas por dia. No restante do tempo, os dentes são os pilares que mantém o espaço adequado para a língua, a fim de proporcionar uma melhor eficiência respiratória. Fraturas ou perdas dentárias podem gerar disfunções importantes. Além disso, existe uma relação muito íntima entre os dentes e a postura da coluna vertebral. Uma simples restauração inadequada ou um dente quebrado pode, em longo prazo, trazer desequilíbrios para todo o corpo.

Saliento além destes o uso de alimentos e bebidas ácidas como os refrigerantes, principalmente a base de cola, sucos ácidos, o uso de dentifrícios abrasivos como os clareadores, sem a devida orientação; também para o caso de apertamento e bruxismo, influenciam a tensão muscular de uma vida agitada e estressada, o pouco sono ou irregular, o uso desmedido de equipamentos eletrônicos com jogos e aplicativos principalmente de violência e velocidade, o transito; para o caso de abrasão se observa a escovação vigorosa como um dos principais fatores.


       



 Resultado de imagem para imagens de erosão dentária  



     



   













Exibindo 20160806_095541.jpg
 Foto curso de Oswaldo Scopin
Exibindo 20160806_095851.jpg
 Foto do curso de Oswaldo Scopin

Qual é a resposta da ultima pergunta? Você arrisca um palpite? ( responda nos comentários, se quiser!!!)

Esta postagem não é um artigo cientifico, tem apenas carácter informativo e não abrange toda a complexidade da questão, nem todas as suas nuances e aspectos,  para avaliar e tratar o procedimento deve ser individualizado, sendo imprescindível a atuação do cirurgião dentista.´

É isso!
Tchau





Artigos para busca:

Pegoraro, Carolina Nunes; Sakamoto, Fernanda Ferreira Oliveira; Domingues, Lucirene Aparecida  2000)

A erosäo dentária é causada por substâncias ácidas que entram em contato com os dentes com freqüência. Quando a erosäo é provocada por vômitos e regurgitaçöes crônicas do conteúdo ácido do estômago, o quadro odontológico é conhecido como "perimólise" e pode levar a perdas severas de esmalte e dentina, principalmente nas superfícies palatinas, linguais e oclusais. 

Tradução livre do original: Jablonski, Dictionary of Dentistry, 1992, pg 296)

Perda progressiva da substância dura de um dente por processos químicosque não envolvem ação bacteriana.  
perda de substância causada por ação química sem ação bacteriana: diferencie de ABRASÃO DENTÁRIA (perda de substância causada por fricção) & ATRITO DENTÁRIO (desgaste através do contato dente-com-dente)





Caldeira, Thaís Henriques; Nápole, Rita de Cássia D'Ottaviano; Busse, Salvador de Rosis. 2000


O número de casos do transtorno alimentar bulimia nervosa vem aumentando significativamente ao longo destes anos, estimulado, sobretudo, por uma sociedade moderna que atribui sucesso e beleza a um corpo magro. Na constante busca por esse padrão de beleza estigmatizado, muitas pessoas entram em um círculo vicioso de obsessão em que a ansiedade leva à compulsão alimentar, seguido da utilização de métodos compensatórios para evitar o ganho de peso, sendo dentre eles o mais freqüente a regurgitação, que a longo prazo provoca sérias alterações dentais. O objetivo deste artigo, portanto, é apresentar as alterações erosivas decorrentes desse nocivo hábito de regurgitação, bem como advertir o cirurgião-dentista acerca de seu importante papel no diagnóstico precoce de bulimia nervosa (AU)  

ODONTOLOGIA DO TRABALHO - UMA REAL NECESSIDADE Marcos Takemoto1 Fabio Werlang2 Elton Zeni3 2016

Sem as medidas de assistência odontológica em várias e determinadas indústrias, inúmeros trabalhadores terão fatalmente vulnerada a primeira porção do aparelho digestivo, por um lado, prejudicando sua função especifica, e por outro, favorecendo a patologia geral. Resume que a boca é uma das principais vias de acesso de substâncias tóxicas no organismo e que a mucosa bucal reflete o estado de saúde do indivíduo e que certos sinais encontrados ali têm expressão de patognomônicos. (CARVALHO, 1981)

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Ando devagar porque já tive pressa...

Antes fosse....não ando devagar e ainda tenho pressa....
Tanta coisa para fazer numa época tão corrida e cheia de alternativas e oportunidades...
Queria tanto poder registrar as coisas que tocam a sensibilidade, as imagens lindas da natureza, as poesias e frases que dizem algo profundo e elevam a vida...
Mas não há como, não há tempo para isso, não há energia para dar conta de tantos "quereres"...
Queria voltar as postagens coletivas...nem sei a quantas anda esta brincadeira tão séria....
Mas....mas... Vivo a realidade de edificar o porvir, constantemente... agora mesmo estou preparando uma aula, estudando para que além de fazer bem feito, me traga a satisfação de realizar um anelo antigo...sempre quis ser profe...e agora esta chegando a hora de me dedicar a esse desejo....
Que alegria!!!!

Perguntei em postagem antiga se alegria e felicidade eram a mesma coisa...hoje vejo e entendo que não é...mas hoje estou feliz e alegre...e estou com uma certa pressa, pois a aula é segunda e ainda há muito o que preparar, estudar e afiar....

Há tempo, registro o resultado, e se der até uma foto de minha turma, estudantes de implantodontia!
Em nome de um mundo onde os sorrisos sejam belos e saudáveis!


And good Night!!!!


sexta-feira, 20 de maio de 2016

Sensibilidade Dentária




Resultado de imagem para Belo sorriso


Uma das situações recorrentes na Odontologia é a sensibilidade dentária.
Ela ocorre por vários fatores, e a mais comum delas é a retração gengival.

                              

Muitos pacientes nos procuram relatando que sentem um incomodo, uma sensibilidade, as vezes mais forte, uma dor aguda. É algo que incapacita, quando mais aguda, a uma das atividades básicas da vida que é a alimentação. O alimento quente, ou o frio; os alimentos cítricos, adocicados, provocam algo como um "choque" na estrutura dentária e impede, ou reduz, a exposição da pessoa a estes alimentos, ou bebidas.
As vezes isso não ocorre somente com a alimentação. Muitas vezes é na higienização, que ocorre o incomodo. Ao passar as cerdas da escova pela região do colo dental, ou ao passar o fio dental, vem a sensibilidade e atrapalha esta atividade. Como consequência se deixa de higienizar este local, muitas vezes, o que acarreta outro problema que é o acumulo de placa, ou biofilme, na região ( mas  isso é assunto para outra postagem).

Você já sentiu essas sensações? É bastante desagradável, não é?

Bom, é claro que o auxilio do profissional é imprescindível, mas algumas atitudes podem colaborar enquanto esse auxilio não é buscado.

Por exemplo, existem escovas dentais que são muito boas para a higienização de forma suave e agradável. Eu sempre costumo indicar as de cerdas macias, existem no mercado ótimas escovas, e outras não tão boas (infelizmente o preço é um diferencial que denota qualidade, as mais caras tendem a ser as melhores) Não vou citar nomes, mas indico aos meus pacientes as de cerdas macias, como já citei, atualmente as com cerdas emborrachadas nas laterais, e mais recentemente as com um maior número de cerdas, que são macias e muito eficazes.

      


Outro aspecto é o dos cremes dentais. Existem cremes com dessensibilizantes, outros indicados para dentes e gengivas sensíveis, existem outros que são específicos para a sensibilidade dental. ( Como a intenção não é citar marcas, o ideal é conversar com um profissional da área para ver qual a indicação melhor para cada caso)


Também deve-se estar atento á técnica de escovação utilizada, e não só em relação à força, pressão aplicada, também o tipo de movimento faz diferença. O ideal é sempre utilizar movimentos suaves, de duas formas, ou em rotação, ou em movimentos ascendentes ou descendentes, englobando dois a três dentes por vez.



( não precisa medir os graus de inclinação não, tá. Só inclinar, mais ou menos a 45º)

 Movimento circular

( as fotos não são minhas, são de fontes da internet)

Sempre procure um profissional para lhe dar mais esclarecimentos e adequar qualquer tratamento ao seu caso individual. Não se medique sozinho. Além de perigoso pode ser ineficiente.

É isso.


Postagem Coletiva, retornando com outro nome!!!!


OI, depois de um tempinho retornei as postagens coletivas...hj um dia de chuva aqui...já acabei o que tinha para a manha de sexta, e como hoje é dia de postar o artigo do blog Tudo por um Belo Sorriso, ao passear me deparei com a imagem...Muito sugestiva...( se quiser participar também, vai lá no Devaneios e Desvarios...)

Vamos ver se lembro como funciona....






                 "A missão do ser humano é evoluir, para isso conta com suas energias e a ousadia da esperança consciente no aperfeiçoamento diário."


Hoje pela manha tive a oportunidade de estudar um pouco sobre as coisas da vida, sobre o futuro de cada um, sobre destino...e essa imagem veio bem de encontro com aquilo que refleti do meu estudo. É preciso ir em busca de ser cada dia melhor do que se foi no anterior, e isso não pode ser feito se não nos lançarmos nas oportunidades que a vida oferece, mesmo as mais difíceis.
Lembrei do livro/filme, Fernão Capelo Gaivota. 

É isso!

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Aprendendo Sempre!


Ouvi de uma amigo uma vez que se você aprende uma coisa por dia, em um ano você aprende 365 coisas novas. Não é uma coisa linda de se dizer, de se ouvir, e de se viver. Que linda realidade a de aprender cada dia mais...
Quem me conhece sabe o quanto gosto de estudar e de aprender.
Mas é preciso também aplicar o que se aprende, pois assim se fixa o aprendido.

Porque todo essa introdução?
Pelo bom que ficou de um curso que realizei, despretensiosamente, na sexta feira que passou, na Dental Biodente, aqui mesmo na minha cidade.
O curso sobre implantodontia tinha como objetivo mostrar novas técnicas de implantes com cuidado periodontal e estético. E atingiu seu objetivo pelo menos para mim. E o melhor, aprendi mais que uma coisa em apenas uma noite de curso.
Agradeço ao professor Ricardo Ciantelli, que com maestria ministrou o curso, e seu colega italiano, que estou sem o nome agora mas que também, apesar da dificuldade do idioma, soube trazer de seu conhecimento para os presentes.





É isso!

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Novidade

Inauguramos na sexta feira, 08 de abril,  mais uma forma de contato entre o consultório e nossos pacientes.


                                      

Pensamos que todas as formas de comunicação são válidas desde que saudáveis, e cumprem um objetivo de aproximar e vincular cada vez mais os pensamentos.




É isso, conte sempre conosco!